O que está acontecendo agora com a hidrelétrica de Belo Monte parece ser a regra nas grandes obras hidrelétricas na Amazônia: a usina é concluída, pronta para gerar energia, mas a linha de transmissão ainda está inacabada. As máquinas da hidrelétrica do rio Xingu começaram a produzir no ano passado. A cada trimestre é uma […]

via A hemorragia energética — Lúcio Flávio Pinto

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s