Fragile

Tímida, na medida exata,

teu olhar desconexo ao meu,

energiza meu desejo

onipresente, num coração

fragmentado de saudades.


Escalo as escarpas

de teu eloquente silêncio,

tão preciso como a minha dor

pela tua débil ausência

que brilha em minha solidão

com a intermitência luminosa

de um distante farol.


Por isso recolho os fragmento

de tua presença

no quotidiano de minha 

inesgotável e infinita saudade

de tua perene distância.


                                      J R Messias

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s