Agônico

Subjugado pela saudade,

busco sobriedade

nos espasmos de meus temores,

para fazer emergir, quiçá,

novos dizeres e novos amores.

Angustiado pela saudade,

reverencio a tristeza e a dor,

dispersos por um cortejo de inverdades,

que tomam de assalto os fragmentos desse amor,

e de uma paixão que em mim deixastes.

Acariciado pela saudade,

sou conduzido pelas expectativas da paz, encontrar

mas diz meu coração, que a paz para os que amam,

ecoa em sentimentos guardados,

nas entranhas de uma paixão 

que por ti, teimo em alimentar.

 
 
 

                       J. R. Messias

 
 
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s